Testes para Alergias Alimentares



Testes Diagnósticos para a alergia alimentar
Segundo Gaertner e Boucinhas, um alérgeno alimentar quando pesquisado por Intradermo Reaçãopode dar falsas reações positivas, pois a sua via de inoculação não é a mesma e também falsas reações negativas quando o paciente está medicado com remédios para alergias. Outro problema é que são testes dispendiosos e muito dolorosos.
Intradermoreação
Intradermoreação
RAST no sangue não é um bom método para a identificação de alérgenos alimentares, principalmente porque a maioria dos exames de sangue para as alergias alimentares são para IgE(“Alergia verdadeira”, ou “Anafilática”). Como os sintomas da alergia por IgE costumam acontecer logo após a ingestão do alimento e pode levar à reação anafilática, quase nunca é preciso fazer o teste para identificar o alimento alergênico (que nestes casos é quase sempre nozes e castanhas ou frutos do mar).
Exemplos de Exames de Rast Para Alimentos (RAST = Radio Allerg Sorbent Testing):
FX5E: RAST Alimentos. IgE múltipla para alimentos mix FX5E. FX5E é um mix dos alérgenos: F1 = Clara de ovo; F2 = Leite de vaca; F3 = Bacalhau = Gadus morhua; F4 = Trigo = Triticum sativum; F13 = Amendoim = Arachis hypogaea; F14 = Soja = Glycine Max.
FX3: RAST Farináceos. IgE múltipla para alimentos mix FX3. FX3 é um mix dos alérgenos: F4 = Trigo = Triticum sativum; F7 = Aveia = Avena sativa; F8 = Milho = Zea mays; F10 = Gergelim = Sesamum indicus; F11 = Trigo sarraceno = Fagopyrum esculentum.
FX1: RAST Sementes. IgE múltipla para alimentos mix FX1. FX1 é um mix dos alérgenos: F13 = Amendoim = Arachis hypogaea; F17 = Avelã = Corylus avellana; F18 = Castanha do Pará =Bertholletia excelsa; F20 = Amêndoa = Amygdallus communis; F36 = Coco = Cocos nucifera.
FX2: RAST Frutos do mar. IgE múltipla para alimentos mix FX2. FX2 é um mix dos alérgenos: F3 = Bacalhau = Gadus morhua; F24 = Camarão = Pandalus borealis; F37 = Mexilhão azul = Mytilus edulis; F40 = Atum = Thunnus albacares; F41 = Salmão = Salmo salar.
Já o RAST para alergia por IgG não é realizado no Brasil, existindo alguns laboratórios estrangeiros que fazem bons exames, inclusive para até 90 alimentos, como é o caso do laboratório americano Great Plains:
IgG Food Allergy Test: Alergia completa a alimentos (IgG – 93 alimentos): Amêndoa, maçã, abacate, banana, cevada, manjericão, folha de louro, feijão verde, feijão, lima, feijão, pinto,, carne de boi, espécie de mirtilo, farelo de trigo, brócolos, repolho, melão cantalupo, cenoura, castanha-de-cajú, couve-flor, aipo, queijo cheddar, queijo cabana, queijo suíço, galinha, canela, molusco, cacau, bacalhau, café, noz de cola, milho, caranguejo, pepino, endro, clara do ovo, alho, gengibre, glúten, uva, toronja (grapefruit), haddock, mel, limão, alface iceberg, alface-orelha-de-mula, lagosta, malte, leite, vaca, cogumelos, mostarda, nutra doce TM, aveias, azeitona verde, cebola, laranja, orégano, ervilha, amendoim, pimenta-do-reino, pimenta, pimenta-malagueta, pimentão, abacaxi, porco, batata-doce, batatinha, arroz integral, farinha de centeio, salmão, pentéola (tipo ostra, conhecido no Brasil como vieira), gergelim, camarão, soja, feijão-soja, espinafre, broto, feijão de mungi, abobrinha, morango, açúcar, cana-de-açúcar, girassol, peixe espada, chá preto, tabaco, Peixe truta, tomate, atum, peru, noz, trigo, levedura, fermento, a levedura de cerveja, iogurte. [1]
Como já relatado anteriormente, estas alergias por IgG se manifestam em um tempo não inferior a 1 dia após a ingestão, geralmente 2 a 3 dias, podendo chegar até 4 dias após a ingestão.
Já o FICA (Food Imune Complex Assay), dosa a presença de anticorpos no sangue e é fidedigno, porem é muito caro.
Para Gaertner e Boucinhas o melhor método é o VEGATEST que dosa os alérgenos por bioressonância eletromagnética. Este aparelho mede a presença dos alérgenos alimentares através da interação entre os alimentos alergênicos e os não alergênicos à passagem de uma corrente elétrica de amperagem e voltagem pré conhecidas e aplicada sobre um ponto de acupuntura (TING – polpa do polegar). O teste é prático e de um modo rápido podemos testar mais de 130 alérgenos no próprio consultório. O VEGATEST do modo que ensinam Gaerthener e Boucinhas se correlaciona estatisticamente com o RAST no sangue.
Através do Vegatest podem ser detectadas:
  • Infestações parasitológicas que na maioria das vezes não aparecem no exame de fezes tradicional e que merecem ser eliminados por medicamentos específicos e na dose adequada;
  • Alergias ambientais, como ácaros, mofo, tintas, etc…
  • Alergias a alimentos (glúten, leite, camarão, etc.), corantes e aditivos químicos, responsáveis por boa parte dos distúrbios gastrointestinais e outros sintomas.
  • Intoxicação por metais pesados (Chumbo, Mercúrio, Níquel, etc.), responsáveis por graves doenças degenerativas (Câncer, Alzheimer, Alergias, Doenças Auto-imunes, etc.).
  • Deficiência de vitaminas e sais minerais (Cálcio, Ferro, Vitamina C, etc.).
  • Condições vitais dos órgãos e vísceras, além da presença de tumores e metástases.
Eu já trabalho com o Vegatest há alguns anos e tenho visto grandes resultados com uma avaliação assim tão ampla e aprofundada.
Aparelho Vegates
Aparelho Vegatest
http://drpaulomaciel.com.br/

Entendendo melhor o Vegatest também é conhecido como Eletroacupuntura ( EVA ) e é feito por acupunturistas  da medicina Ortomolecular.
Tem uma maquininha que faz acupuntura sem agulha, só com estímulos elétricos - é um negócio elementar, mas é genial - ele só funciona quando chega no ponto certinho de onde colocaríamos a agulha. Quem usa tem um ótimo conhecimento visual dos pontos. Pois é usando esse princípio dessa corrente elétrica em nosso corpo, que desenvolveram o vegatest.
Não é fácil achar um médico que entenda disto , tem que procurar muito.
Algumas nutricionistas funcionais também fazem o teste.

Biorressonância - Vegatest

O Que é Biorressonância ?

A quinhentos anos surgia na China a acupuntura, uma terapia que utiliza de agulhas e outros instrumentos para liberar substâncias químicas no organismo humano que proporciona um efeito analgésico e antiinflamatório.

Em 1950, o Dr. Reinholt Voll médico alemão desenvolveu na Alemanha a possibilidade de monitorar eletronicamente as mudanças na energia do corpo em pontos da acupuntura.


Vinte anos mais tarde a indústria VEGA desenvolveu o VEGATEST, que reuniu a técnica milenar da acupuntura com o moderno conhecimento da medição de ondas eletro magnéticas. Esta junção possibilitou o surgimento do exame de BIORRESSONÂNCIA, que detecta doenças, fatores alérgicos e endêmicos no seu estado inicial.

BIORRESSONÂNCIA é um método de analise indolor e eficaz para muitas doenças. Ela age diretamente sobre a origem da doença, sem efeitos colaterais. Este procedimento tem sido usado com sucesso há mais de 20 anos em milhares de pacientes em todo mundo.

Na prática, o exame de Biorressonância é diagnosticado por eletrodos posicionados nas mãos ou nos pés dos pacientes em pontos da acupuntura. Estes eletrodos emitem ondas eletro magnéticas sobre o corpo, permitindo que o VEGATEST informe o laudo clínico do paciente.

Doenças tratadas com sucesso pela Biorressonância:

*Inflamações agudas e crônicas (gastrite, doenças dos intestinos grosso e delgado)

*Alergias agudas e crônicas (asma, bronquite, rinite alérgica e dermatites)

*Alergia alimentar e outras doenças alérgicas.

*Neurodermite.

*Doenças reumáticas.

*Enxaqueca.

A Biorressonância diagnosticada pelo aparelho VEGATEST é certificado pelo ISO 9001 que assegura assim a qualidade uniforme e eficaz para o exame. O equipamento carrega também a marca do FDA e do CE (Comunidade Européia).

Observações: Para Realização do exame não portar jóias, não ingerir estimulantes, não passar creme na pele e usar roupas leves.
 
http://andreanutri.blogspot.com/2011/05/biorressonancia-vegatest.html