quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Psoríase e doença celíaca

A psoríase é uma doença autoimune, inflamatória, mediada pelas células T, dependente de um componente genético e subordinada a fatores ambientais que promovem a formação de uma resposta imune contra auto-antígenos desconhecidos na pele e nas articulações. As doenças autoimunes e inflamatórias estão vinculadas a um componente genético e ao meio ambiente, tendo como fator desencadeador o estresse, a presença de vírus, bactérias e, no caso da psoríase, até mesmo uma sensibilidade ao glúten, dependendo da individualidade bioquímica de cada paciente. é sabido, que na doença celíaca, o paciente apresenta uma enteropatia crônica, glúten-dependente, e, quando de sua ingestão, a resultante é uma resposta imune desapropriada, mediada pelas células T, nas pessoas com essa predisposição genética. A avaliação clínica de um paciente com psoríase não pode prescindir da coleta de exames complementares como os anticorpos IgA e IgG antigliadina, anti-endomísio e antitransglutaminase, para afastar a possibilidade de ser portador de uma sensibilidade latente ao glúten ou de doença celíaca, uma vez que o paciente pode apresentar uma sensibilidade ao glúten sem ter a presença de enteropatia e sem que o exame histológico dos intestinos contenha qualquer anormalidade. Nesse caso, uma dieta isenta de glúten deve ser prescrita até que se obtenha a resposta clínica, que, dependendo de cada indivíduo, pode ocorrer em um breve espaço de tempo ou, até mesmo, durar de 6 meses a um ano.

Fonte: Leda Maria Gaudencio Moreira Lima (Nutricionista Funcional)