segunda-feira, 27 de junho de 2011

Benefícios da vitamina E



Como nós celíacos temos que ter uma alimentação mais reforçada e balanceada devido a esta intolerância,vou aos poucos postando os benefícios das vitaminas mais importantes ao nosso organismo.
Começamos pela vitamina E:


Alimentos Ricos em Vitamina E Este artigo foi escrito pelo blog Todaperfeita.com.br:
A vitamina E compreende oito compostos encontrados na natureza. Quatro deles são chamados tocoferóis e quatro são tocotrienóis, sendo identificados pelos prefixos a-, b-, g- e d. O alfa-tocoferol é o mais comum e o mais ativo, biologicamente falando, destas formas de ocorrência natural de vitamina E.
O papel principal da vitamina E é a proteção dos tecidos do corpo de reações que os danifiquem; as quais surgem a partir de muitos processos metabólicos normais e agentes tóxicos a que estamos expostos.
Especificamente, a vitamina E protege as membranas biológicas, a exemplo das encontradas nos nervos, músculos e sistema cardiovascular, alem de ajudar a prolongar a vida dos eritrócitos (glóbulos vermelhos) e ajuda o organismo a utilizar a vitamina A de forma otimizada.
A vitamina E tem sido utilizada com sucesso na terapia de doenças neuromusculares progressivas nas crianças com disfunções hepáticas ou biliares e em várias de doenças que afetam os bebês prematuros, tais como a anemia hemolítica, hemorragia intraventricular e fibroplasia retrolenticular, a qual pode provocar a cegueira.
Baixos níveis plasmáticos de vitamina E têm sido associados com diversos tipos de doenças sanguíneas genéticas, incluindo a anemia falciforme, talassemia e deficiência G6PD (uma enzima envolvida no desdobramento dos açúcares).
A vitamina E, mesmo se consumida em altas doses, não é considerada maléfica ao organismo humano, contudo, se ingerida em excesso, pode competir na absorção e reduzir a disponibilidade das outras vitaminas lipossolúveis, além da absorção do ferro dos alimentos, e, assim, colaborar para o desencadeamento de anemias.
Dentre os alimentos ricos em vitamina E, estão os óleos vegetais (amendoim, soja, palma, milho, cártamo, girassol, etc.) e o gérmen de trigo, que são as fontes mais importante de vitamina E. Fontes secundárias são as nozes, a sementes, grãos inteiros, e os vegetais de folhas verdes. Alguns alimentos básicos, como o leite e os ovos, também contêm pequenas quantidades da vitamina.

Por Malanny Serejo / foto: reprodução