Mais sobre a enxaqueca e DC


AAN: Prevalência Enxaqueca Up na doença celíaca, IBD pacientes

Última Atualização: 27 de Abril de 2012.


EUA diz estudo auto-classificadas glúten-sensíveis indivíduos têm maior chance de enxaquecas


Comentários: (0)
Diga a um Amigo

Relacionado
Os pacientes com doença celíaca ou doença inflamatória intestinal e os auto-classificada com sensibilidade ao glúten têm aumentado a prevalência de enxaqueca, de acordo com um estudo apresentado na reunião anual da Academia Americana de Neurologia, realizado de 21 de abril para 28 em Nova Orleans.
Sexta-feira, 27 abr (HealthDay News) - Os pacientes com doença celíaca ou doença inflamatória intestinal (DII) e as auto-classificadas com sensibilidade ao glúten (GS) têm aumentado a prevalência de enxaqueca, de acordo com um estudo apresentado na reunião anual da American Academia de Neurologia, realizado de 21 de abril para 28 em Nova Orleans.
Notando que os estudos europeus identificou maior prevalência de enxaqueca em pacientes com doença celíaca, Alexandra Dimitrova, MD, da Columbia University Medical Center, em Nova York, e seus colegas estudaram a associação em pacientes nos Estados Unidos. Quinhentos e dois pacientes (188 com doença celíaca, 111 com IBD, 25 com GS, e 178 controles) concluiu uma pesquisa auto-administrado que incluía informações sobre a história médica, medicamentos, álcool / cafeína / uso de drogas, método / duração da doença celíaca / diagnóstico IBD, a duração da dieta livre de glúten, e cefaléia do tipo e frequência. Enxaqueca foi diagnosticado usando a tela ID Enxaqueca, e severidade foi avaliada com o Teste de Impacto Cefaléia (HIT-6).
Os pesquisadores descobriram que 30 por cento dos celíaca, 56 por cento dos GS, 23 por cento do IBD, e 14 por cento dos pacientes do grupo controle relataram dor de cabeça crônica. Após o ajuste para fatores de confusão, os pacientes com doença celíaca, GS, e IBD aumentaram a prevalência de enxaqueca versus controles (odds ratio, 3,79, 9,53 e 2,66, respectivamente). O impacto das dores de cabeça, tal como medido no HIT-6, foi significativamente aumentada em doentes com enxaqueca que tinham doença celíaca, em comparação com os outros grupos.
"Nossas descobertas sugerem que a enxaqueca é uma manifestação comum neurológico na doença celíaca, GS, e DII", escrevem os autores. "Futuros estudos de intervenção devem tela pacientes com enxaqueca para a doença celíaca, particularmente aqueles com resistentes ao tratamento dores de cabeça."

http://www.doctorslounge.com/index.php/news/pb/28608