quinta-feira, 24 de setembro de 2015

A Doença Celíaca e a queda capilar.

Compartilhado da amiga Angela Peixoto!!

A impressão que tem é que há uma "alergia entre o cabelo e o indivíduo", Não são raros os casos em que a pessoa fica careca, porque o organismo rejeita o próprio cabelo. isso se chama doença autoimune. Ela ocorre quando o sistema de defesa perde a capacidade de reconhecer o que é “original de fábrica”, levando à produção de anticorpos contra células, tecidos ou órgãos do próprio corpo. Dra. Flávia, especialista em medicina de pele e cabelo. (Dermatologista)

GLÚTEN E SUA ASSOCIAÇÃO COM QUEDA CAPILAR E LESÕES DE PELE


1146502_610713975629206_1659885853_nOi Pessoal ! Tudo bem ?!
Fiz essa matéria bem interessante  para o site www.semglutensemlactose.com . Ótimo site para quem sofre de intolerância à  lactose, glúten e doença celíaca
               Percebo, frequentemente, que muitos não associam a doença celíaca as quedas capilares e outras alterações dermatológicas. Se você tem restricões quanto ao glúten, fique atento também a saúde de seu cabelo.Está caindo ? Perdeu volume dos cabelos ? Está ressecado, frágil ou diminuiu o crescimento ?
              Tenho participado de forma intensiva de grupos de estudos de tricologia, que é uma área da dermatologia que estuda as doenças do couro cabeludo e tenho percebido o quanto essa condição pode afetar além da pele, cabelos também (alopecias)
             Pode ocorrer nesses pacientes, com maior frequência que a polulação normal, tanto oEflúvio Telógeno (queda difusa do cabelo) por alguma deficiência nutricional causada pela alteração da parede intestinal devido a presença do glúten quanto a Alopecia Areata (popularmente chamada de pelada, placas de alopecias no couro cabeludo) de origem auto-imune.  Na polulação normal, a incidência é em torno de 0.7-1% e nos celíacos sobe para 3.8% de casos dessa alopecia

Apesar dos avanços nos estudos, sua patologia não foi completamente desvendada e pesquisas avançam para novas descobertas sobre essa condição que afeta muito a qualidade de vida das pessoas.
A doença celíaca ( DC ) que há poucos anos achava-se ser rara, grave em seus sintomas e com acometimento basicamente em crianças, mostrou nos estudos das últimas décadas ser uma doença relativamente comum,  atingindo cerda de 1-2 % população.
Pode iniciar na fase adulta e cursar com quadros  classicos  (diarréia, fezes gordurosas, desnutrição etc) quadros leves (muitos chegam ignorar os sintomas) , sintomas extra intestinais (pâncreas, pele, mucosas e etc) e até  assintomáticos (sem nenhum sintoma). E por isso, de difícil diagnóstico. Muitos apresentam a doença e não sabem.

A resposta da inflamatória ao glúten  provoca frequentemente danos a muitos outros tecidos do corpo, especialmente os de origem auto-imune .

Recentemente, foram publicadas muitas pesquisas italianas mostrando a recente associação da DC com Alopecia Areata . Motivos:

. Ambas têm origem auto imune (desregulação de linfócitos T)
. A alteração da permeabilidade da mucosa intestinal nos intolerantes ao glúten leva ao aumento na absorção de várias substâncias (antígenos) capazes de desencadear uma reação imunológica, causando a alopecia areata ( formação de anticorpos com a capacidade de destruir o folículo piloso )

O fato curioso é que os  pacientes relatados no estudo que não respondiam ao tratamento tradicional da alopecia, foram beneficiados com a dieta livre de glúten feita por meses. Começaram a repilar desde então (crescimento de fios no couro cabeludo) e esse fato mostra que não pode ser ignorada a forte relação entre as duas condições.
Porém, ainda há divergências porque alguns trabalhos mostraram que certos indivíduos não responderam com a dieta livre de glúten.  Ainda não sabemos dizer  o porquê dessas diferenças nas respostas, mas já há justificativa considerável para iniciarmos a pesquisa de DC nos pacientes portadores de AA e se for o caso, pensar na possibilidade de exclusão do glúten nesses pacientes.
Outras doenças dermatológicas recentemente descritas como possivelmente associadas a DC foram : Dermatite herpetiforme, Urticária crônica, Angioedema hereditário, Vasculites, Dermatite atópica, Psoríase, Doença behcet, Líquen plano, Lúpus eritematoso, Dermatomiosite, Doenças bolhosas, Eritema nododo, Eritema elevatum diutinum, entre outros.

Quem tem alguma dessas condições, sugiro a triagem para doença celíaca também.
Para não estender ainda mais, continuarei falando sobre queda de cabelo e doença celíaca nas próximas matérias
Muito Obrigada e espero ter sido útil a vocês
http://www.draanaflavia.com.br/gluten-e-sua-associacao-com-queda-capilar-e-lesoes-de-pele/