Coma Trigo e Beba Leite! Hã?

Adoro as abordagens desta médica! Fantástica! 

Dra Denise de Carvalho



Sei que o título pode ser chocante.
Dra Denise ficou louca? 🤔
Não tire suas conclusões precipitadamente. LEIA O TEXTO ATÉ O FINAL E, SÓ DEPOIS, COMENTE.
Tenho que comer trigo e tomar leite? Imagine a situação a seguir:
Fomos feito perfeitos. Eu mastigo adequadamente minha comida, num momento de paz e descanso. Minha comida chega ao meu estômago que, obedecendo aos comandos do meu cérebro, numa fase da digestão chamada "encefálica", já estava cheio de enzimas para iniciar a digestão dos amidos mais difíceis e do tecido conjuntivo das carnes que acabei de engolir.
Tudo emulsificado adequadamente, meu alimento chega ao duodeno, que rapidamente percebe a chegada do alimento e avisa meu pâncreas e o meu fígado que está na hora deles entrarem na jogada, inundando meu delgado com suas enzimas que quebrarão gorduras, a fibra da carne propriamente dita e os carboidratos. Isso tudo orquestrado por hormônios que percebem a chegada do alimento a partir do seu conteúdo ácido que veio do estômago, o sistema SECRETINA.
Tudo adequadamente quebrado, meu intestino delgado começa a absorção de alguns nutrientes importantes, uma vez que tenho poucas bactérias aqui e elas não vão fermentar com muita avidez meu alimento. Terei tempo até que tudo chegue aos cólons, onde elas estão ávidas por aquilo que não usei de pronto, para que elas se alimentem e usem o restante para a produção de substâncias importantes para elas e também para nós, como o butirato e o ácido fólico.
Trânsito intestinal normal, as fibras e as proteínas difíceis de digestão (como do glúten, a gliadina, e a caseína do leite) chegarão aqui ainda de tamanho grande, mas minhas bactérias trabalharão para sua quebra adequada e as usarão como uma espécie de desafio, exercitando a resiliência da minha microbiota.
Tudo perfeito, não? Assim seria se nosso sistema digestivo estivesse assim, equilibrado. Infelizmente, hoje, isso é praticamente uma UTOPIA.
Comemos em 10 minutos e nem mastigamos adequadamente. Vivemos estressados, com o tonus simpático exacerbado, avisando o sistema digestivo: segura as enzimas por um momento, esse gasto energético é excessivo para mim agora. O alimento chega no estômago em segundos, sem dar tempo para minha digestão cefálica se iniciar. E o ácido não foi adequadamente secretado.
Agora, quando o conteúdo alimentar sai do meu estômago, com o pouco acido que eu tenho, o sistema SECRETINA fica meio lento, sem saber ao certo se está na hora de eu contrair minha vesícula e misturar seu conteúdo dourado com meu suco pancreático. Infelizmente, meus alimentos mais difíceis de digerir, como as gorduras, as proteínas mais complexas e as paredes de amido dos meus vegetais, ficam parcialmente quebrados, dificultando a absorção dos nutrientes aqui no delgado.
Minhas poucas bactérias que tenho aqui aproveitam para se alimentar e se multiplicar, aumentando a população bacteriana local. Quando meu alimento chega aos cólons, numa mistura de material fermentado, bactérias e proteínas ainda parcialmente digeridas, minhas bactérias colônias têm uma árdua tarefa a cumprir. Contaminadas por pesticidas, corantes e conservantes alimentares e outros disruptores endócrinos (como o BPA), elas muitas vezes não conseguem. Para tentar sucesso no trabalho, reduzo a velocidade do trânsito intestinal (o que leva à constipação), porem muitas vezes esses materiais de difícil quebra ficam quase inteiros, irritando a mucosa do meu intestino, causando uma inflamação local.
Meu sistema imune, agora estimulado, começa a criar anticorpos contra essas proteínas estranhas à ele e eu altero a permeabilidade do meu intestino. O estrago está formado. Começam as cascatas de reações auto imune que eventualmente levam a artrite, problemas tireoidianos, doenças psiquiátricas, cansaço, e câncer.
Seu sistema digestório está funcionando na plenitude de suas capacidades? Você não se estressa, dorme pelo menos 8 horas por dia, só consome orgânicos, não tem contato com cosméticos, plásticos, derivados de petróleo?
ENTÃO VOCÊ PODE COMER TRIGO E TOMAR LEITE E, AINDA ASSIM, SOMENTE SE TIVER CERTEZA DE QUE NÃO É CELÍACO OU INTOLERANTE À LACTOSE.
https://www.facebook.com/dra.denisedecarvalho/posts/733998963443790:0